20.4.06

Aproveitando a frente fria, atualizei isso aqui

Nooosa, nem acredito que voltei a escrever nisso aqui. Se antes, quando atualizava todo dia, ninguem via, imagine agora, então, nem minha mãe...
Bom, mas na verdade estou atualizando isso porque há dias venho sendo incomodado com uma lista de escritores que quero ler, a qual vem repentina e insistentemente na minha cabeça. Então, antes que a esqueça, coloca-la-ei aqui, assim, farei com que se eternize no tempo e no espaço. Lógico que sua ordem é aleatoria, portanto, a posição em que os autores aparecem não representa nenhum grau de preferencia. Estamos entendidos? Bom, aqui vai:

Samuel Beckett;
John Steinbeck;
Edgar Allan Poe;
Émile Zola;
Paulo Leminski;
Gabriel Garcia Márquez;

Lima Barreto;
James Joyce (mas ja ate sei que não vou entender lhufas).

Na verdade tem mais. A medida que forem aparecendo novas preferencias, atualizarei esta instigante lista.

Abraços a tod@s.

PS: Recentemente percebi que a maioria dos acentos, tirando o til, são superfluos, sendo assim, de agora em diante, abolirei todos as marcações desnecessarias do Blogão.

23.1.06

Devaneios vespertinos

Olha como são as coisas, que engraçadas!
Estou sentado nas escadarias do Prédio da Gazeta, pensando (escrevi este proto-texto à tarde) *: comoé difícil conseguir viver da escrita, pura e simplesmente: pode ser em qualquer forma, jornalista, escritor, o que for... como é difícil!
E hoje minha pequena passagem pelo curso de teatro amador do Sesi finalmente valeu a pena: numa entrevista de emprego, eu me pintei como um dos maiores vendedores a ser descoberto pelo mundo... como é fácil enganar as pessoas só enchendo seu discurso com um monte de lugares-comuns. Sinto que o mundo, e as pessoas humanas que nele vivem, é uma grande ode à ignorância! As luzes ao caralho, viva as trevas!
Puxa, escrevi tudo isso em 5 minutos (+/-). Estou vendo que me especializei na arte de encher lingüiça!
*Contextualização necessária do autor.

19.1.06

Eu e a Cidade





Em breve, minhas histórias e estórias na Cidade Grande, cheia de prédios altos e gente mal-humorada. Aguardem...